ETPC Notícias ETPC promove dia de atividades recreativas para alunos e familiares
Dia diferente com atividades recreativas na ETPC

ETPC promove dia de atividades recreativas para alunos e familiares

A Escola Técnica Pandiá Calógeras – ETPC realizou no sábado, dia 25 de maio, um dia diferente para os estudantes, familiares e colaboradores da escola. O evento teve a participação de cerca de 100 pessoas em diversas atividades recreativas no Recreio dos Trabalhadores.

Durante a manhã, na abertura, foi preparado um café da manhã colaborativo e uma dança de aquecimento com graduandos do curso de Educação Física do Centro Universitário de Volta Redonda – UniFOA, que em seguida ficaram à disposição de todos para as atividades e dinâmicas.

Nas quadras e campos de futebol society aconteceram brincadeiras e competições, como mímica, vôlei, queimada, tênis de mesa, badminton, entre outras. “Com certeza, o 25 de maio foi um dia excepcional e foi um prazer participar dele, pois colocamos em prática aquilo que eu acredito e defendo que é a qualidade de vida e a família”, diz o professor de Educação Física e organizador das atividades, Maxwel Costa.

Andreia Lycurgo e Dagmar Coutinho, orientadoras pedagógica e educacional da ETPC, contam como foi o evento, que colocaram em prática após sugestão da Direção da escola. “O Recreio foi pensado como local por ser um lugar familiar e agradável. Tivemos filhos competindo com os pais, oficinas, disputas, todos os jogos. Até mesmo os alunos, que na escola são retraídos, se soltaram lá. A organização foi muito bacana, a equipe que se mobilizou abraçou a causa e fez a coisa acontecer”, contam.

O intuito desse dia foi proporcionar um momento de distração, diversão e interação entre todos, sem o uso de celular e preocupações do dia a dia, além de ser uma forma de promover a saúde. Por conta da reação positiva dos participantes, será realizado mais um encontro, com previsão para julho.

“É muito importante essa socialização entre as famílias. É uma forma de nos aproximarmos dos nossos filhos e dos amigos deles e de seus familiares”, avalia Carolina Alves, mãe da aluna Marta Alves, do 2 ° ano de Química.