ETPC Notícias Alunos da ETPC ganham medalha da Olimpíada de Matemática

Alunos da ETPC ganham medalha da Olimpíada de Matemática

Estudantes do primeiro ano mostram que a matemática é importante para o futuro

Os estudantes Geovane Matheus Lemes Andrade e Lara de Lucas Mota Teixeira são considerados jovens diferenciados. O que os torna especiais é o gosto em comum que possuem pela matemática. A paixão é tamanha, que ambos acabam de ser condecorados com a medalha de bronze conquistada na última Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP.

Geovane está no primeiro ano do curso técnico de Mecânica e conquistou uma bolsa integral no último processo seletivo. Na OBMEP 2012, Geovane representou uma escola municipal de Barra Mansa, onde estudava. Já Lara, que possui uma bolsa de 90% fornecida pela CSN por ser filha de empregado, representou uma escola municipal de Volta Redonda. Lara está no primeiro ano técnico de Eletrônica.

Geovane e Lara acreditam que a medalha na Olimpíada da Matemática serve de estímulo para o futuro. “Como eu quero seguir numa carreira de engenharia, a matemática vai ser importante pra mim. Ela é a base de tudo no que eu quero buscar”, comentou Geovane Matheus. “Eu sempre gostei de matemática e a participação na Olimpíada me ajuda a medir como está meu conhecimento na matéria, que tem me ajudado bastante no curso que escolhi fazer”, completou Lara.

Segundo a estudante Lara de Lucas, a matemática serve de motivação aos estudos, principalmente por ter optado por um curso que exige muita dedicação. “A eletrônica trabalha muito com números e faz com que tenhamos que fazer muitos cálculos. Sem conseguir entender direito de matemática o aluno encontra muitas dificuldades nas matérias. Tenho uma motivação maior nos estudos por gostar de matemática e acredito que isso irá me ajudar muito no meu futuro profissional”, disse.

O aluno Geovane Matheus também declara ter facilidade com números, o que, segundo ele, tem o ajudado com o curso de Mecânica. Geovane afirma que a opção pelo curso e pela ETPC não foi à toa. “Minha família me incentivou e também todo mundo sempre falou bem a respeito da ETPC. Então optei por fazer o processo seletivo no ano passado e acabei passando na prova”, declarou o estudante, que, em quatro edições da OBMEP, conquistou uma medalha pela primeira vez.

Os dois estudantes são considerados como ótimos alunos pelos atuais colegas e professores. Segundo a diretora da ETPC, Cláudia Ivo de Medeiros, os resultados dos dois refletem uma dedicação grande aos estudos, o que serve de estimulo aos outros estudantes. “São jovens exemplares e que demonstram muita responsabilidade, alémaltram muita responsabilidade m muita responsabilidade ofissional  é claro, da capacidade intelectual. São exemplos para os demais alunos”, frisou.

A diretora destaca, ainda, a escolha dos dois alunos pela ETPC. “É comum que estudantes e, principalmente, seus familiares busquem referências para manter o nível educacional que o aluno tinha antes de mudar de escola. O normal é buscar sempre elevar esse nível. E acreditamos que a opção feita pela ETPC tenha essa preocupação sobre o conteúdo que eles receberão em sala de aula e nos laboratórios”, comentou Cláudia Ivo.