ETPC Notícias Seminário de educação debate novas metodologias de ensino

Seminário de educação debate novas metodologias de ensino

Profissionais e acadêmicos da área de educação, representantes de empresa e estudiosos debateram sobre o futuro do sistema de aprendizagem e as novas aplicabilidades

 

A inovação tão presente nos diversos segmentos produtivos e de pesquisa sendo usada como ferramenta fundamental para o futuro da educação. Foi dentro desse contexto que a ETPC – Escola Técnica Pandiá Calógeras reuniu na última sexta-feira, 27/06, diversos profissionais da área de ensino, acadêmicos, pesquisadores e representantes de empresas dos Sul Fluminense. O foco foi discutir os novos rumos da educação com as novas metodologias resultantes das mudanças tecnológicas, sociais e comportamentais.

No encontro, dividido entre palestras com especialistas e roda de ideias entre convidados e o público participante, 211 pessoas estiveram presentes refletindo em conjunto alternativas e os novos caminhos na formação educacional de crianças e jovens. O evento contou com representantes de várias cidades da região como Volta redonda, Porto Real, Paulo de Frontin, Angra dos Reis, Barra Mansa, entre outras, além de pessoas do Rio de Janeiro.

O evento foi aberto com a palestra do doutor José Manuel Moran, renomado estudioso e pesquisador da área de educação, que falou sobre a existência de várias perspectivas para novas práticas de ensino e de envolver os alunos. “A inovação acontece em vários setores, mas na educação isso tem sido mais lento. Porém deve se ter algo em mente: a escola não tem que ensinar somente para a profissão, mas também para a vida como um todo. E para quem quer aprender, existem várias formas de ensinar”, falou Moran em sua palestra, cujo tema “Inovação: imperativo da sociedade digital” apontou caminhos interessantes e novas práticas já utilizadas por instituições tanto no exterior quanto no Brasil.

Em seguida, uma Roda de Ideias abriu a oportunidade para que os participantes apresentassem questionamentos ou até mesmo propostas para que especialistas convidados e os demais participantes pudessem discutir e refletir. “O poder público tem papel fundamental nesse processo de modernização e adequação das metodologias de ensino. Implantar novas técnicas e projetos em escolas públicas requer o incentivo do governo com os recursos necessários. Diante disso temos o desafio de sermos sempre mais criativos nesse processo”, comentou Cláudia Alvarenga, que é diretora de uma escola estadual em Volta Redonda.

O doutor Gaudêncio Frigotto, autor de vários livros sobre a educação, foi o segundo palestrante do seminário. Ele apresentou reflexões importantes aos presentes sobre como toda a informação disponível pode ser utilizada no ensino. “O mundo de informação e conhecimento hoje em dia é enorme. Porém, há o risco de nos levar a uma distração eterna. Deve-se estabelecer o que realmente é importante para a educação. E a escola moderna é a escola em tempo integral. Mas não é tempo integral só de estudo. É também a atividade física, a música e a socialização dessas crianças. Aí está o grande desafio”, explicou Frigotto.

Um dos convidados da Roda de Ideias, o gerente geral de Processos Siderúrgicos da CSN e mestre em Metalurgia, Otávio Augusto, destacou a importância da criatividade no processo de aprendizagem. “A criatividade não está tolhida para quem cumpre padrão. E a inovação pode ser ensinada. Cada um tem uma capacidade de aprendizado diferente, mas essa capacidade pode ser educada e treinada para ser aperfeiçoada”, definiu Otávio Augusto.

Para o diretor da ETPC, Rogério de Paiva Lima, o seminário cumpriu um importante papel de provocar todos os participantes para quais caminhos percorrer na área de educação. “Ficam duas indagações: de um lado o uso das tecnologias como possibilidade para metodologias ativas, exigindo foco, ou seja, atuação com flexibilidade e personalização; de outro, para o bom desempenho criativo é imprescindível um ensino de base, que se transforma em instrumentos para operar”, destacou Rogério.

Participaram ainda como convidados das Rodas de Ideias o diretor do Instituto de Ciências Exatas da UFF, doutor José Augusto de Souza, o assessor em Projetos Estratégicos da CSN e professor da UFF, Márcio Lins, e o coordenador do curso de Sistemas da Informação do UniFOA, Carlos Eduardo Costa Vieira. O coral da ETPC e os meninos e meninas do Projeto Garoto Cidadão, com os Tambores de Aço, fizeram apresentações que encantaram os presentes nas aberturas de cada bloco do seminário, na parte da manhã e na parte da tarde.